Senac participa do Razão Social, mutirão de cidadania promovido pelo Sesc


Publicado em : 20/05/2019 | por Helmo Goes | Agência Comércio



O diretor-adjunto, Marcos Barreto, a diretora Regional, Priscila Felizola, o presidente da Fecomércio, Laércio Oliveira, e a diretora de Programas Sociais do Sesc, Carla Xavier.

Um mutirão de cidadania! Assim foi o Razão Social, projeto que o Sesc realizou na Praça Mariana Moura, no bairro 17 de Março, zona de expansão de Aracaju. O evento aconteceu na manhã e tarde deste sábado, 18 de maio, e atraiu um público de cerca de dois mil visitantes, a maior parte em busca de atendimento nos diversos serviços essenciais ofertados pelo mutirão, como exames médicos, emissão de documentos, orientação jurídica, corte de cabelo, cadastro de currículos, dentre outros.

Para o evento, o Senac levou uma extensa lista de atividades, como a oficina de Automaquiagem, realizada dentro da unidade móvel Saúde e Beleza. O Senac também ofereceu o serviço de corte de cabelo e as oficinas de Manicure e Pedicure, Confecção de Arranjos e Preparos de Trufas, além de palestras sobre primeiros socorros, como se comportar em ambiente de trabalho, alimentação infantil, elaboração de currículo e cuidados com a saúde do bebê.

“Ficamos muito felizes em fazer parte desse projeto, junto com o Sesc, a Fecomércio e todos os parceiros. Dentro da nossa programação, buscamos trazer algumas oficinas de retorno financeiro imediato. Elas trazem renda para as famílias, o que é muito importante para a inclusão social”, disse Priscila Felizola, diretora regional do Senac.

Laércio Oliveira, presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac, acredita que o projeto e demais ações do Sistema no 17 de Março cumprem o objetivo de diminuir o abismo social existente naquele local, onde a realidade de vulnerabilidade social é gritante.

“Com a chegada do Sesc e o apoio do Senac este cenário vem mudando por meio de ações educativas nas áreas de saúde, cultura e lazer, mas, ainda era preciso avançar. E o Razão Social deu um passo mais à frente. Ele quis saber como você está, como estão seus documentos, como está a sua saúde, como estão os seus filhos, traga-os à praça. Eu preciso abraçar toda a equipe do Sesc porque esse já é um projeto consagrado em sua primeira edição. Tenho certeza que, ao final do dia, centenas de pessoas terão sido atendidas. É um projeto que nos aproxima ainda mais das comunidades, mas de uma forma diferente. Procurando cuidar das pessoas no ambiente onde elas vivem. Exatamente nessa praça que leva o nome de uma filha minha”, declarou, emocionado, o presidente da Fecomércio, citando a filha Mariana Moura, que dá nome não só à praça, mas ao instituto parceiro do Sesc na realização dos projetos Sesc Com.Unidade e Razão Social.

Parceiros

Para realizar esse grande evento, o Sesc contou com o apoio de órgãos que disponibilizaram suas equipes e equipamentos para atender às pessoas em situação de vulnerabilidade social. Foram parceiros do Sesc, além da Fecomércio e do Senac, a Secretaria de Segurança Pública (SSP), a Defensoria Pública de Sergipe, o Instituto Nacional de Seguro Social (INSS), o Núcleo de Apoio ao Trabalho (NAT), as Secretarias Municipal e Estadual de Saúde, a Guarda Municipal, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), a Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb), Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), a Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), a Polícia Militar do Estado de Sergipe, a Família na Praça, Secretaria Municipal de Assistência Social, Instituto Mariana Moura, Universidade Tiradentes e Marvitel.

Gratidão

Parte da equipe do Senac.

Em todos os cantos da praça, populares aproveitavam os serviços oferecidos no evento. Ao saírem de um, dirigiam-se a outro a fim de aproveitar ao máximo os benefícios durante as seis horas de programação. Foi o caso da doméstica Crislaine de Lima, moradora do 17 de Março, que foi umas das primeiras pessoas a chegarem.

“Fui ao dentista, fiz a oficina de manicure e de automaquiagem, e quero fazer ainda mais coisas se tiver tempo. É importante para mim, para os meus filhos, vizinhos e amigos. É uma melhoria para o nosso bairro e que a gente possa ter cada vez mais eventos como esse aqui na região”, torceu Crislaine.

Desempregado, Luís Santos comemorou poder cortar o cabelo no Senac e obter orientações na Defensoria Pública. O vigilante também aproveitou para fazer atendimento odontológico na unidade OdontoSesc e agradeceu pela oportunidade de realizar tantos serviços gratuitos em um mesmo local.

“Esse é um bairro carente e as pessoas precisam de um incentivo. Estou desempregado e, às vezes, não tenho 10 reais para cortar o cabelo. Atendimento odontológico aqui na região também é complicado, mas consegui resolver meu problema em poucas horas. Espero que eventos como esse venham mais vezes ao 17 de março. Minha palavra é gratidão”, agradeceu Luís.

A presidente do Instituto Mariana Moura, Adelaide Moura, falou da importância desse evento não só para só para o público beneficiado, mas para todas as entidades participantes. “Esses projetos levam para as pessoas a consciência de que elas existem e têm um espaço, e que há muitas outras pessoas preocupadas com elas. Mas são também fundamentais para as instituições, para de quem é a responsabilidade de fazer e levar o social. Para que elas tenham cada vez mais a consciência do seu real papel, da sua missão. Aqui a troca é positiva, real e concreta”, declarou Adelaide.

Mais fotos aqui.


Autor : Helmo Goes | Agência Comércio
Categorias : Notícias