Publicado em : 14/08/2017 - Por : Helmo Goes

Senac comemora Dia dos Pais com circuito de jogos


O auditório do Senac/SE foi transformado em um grande salão de jogos durante o I Circuito Integrado Interativo, na tarde da última sexta-feira, 11 de agosto. O evento foi em alusão ao Dia dos Pais e reuniu dezenas de colaboradores que se divertiram muito jogando dominó, damas, futebol de botão, pingue-pongue, uno, resta um, cara a cara, bilhar holandês, dentre outros jogos cedidos pela Ludoteca do Sesc. Na ocasião, ainda foram distribuídos lanches e brindes.

O evento foi organizado pela Assessoria de Desenvolvimento e Integração Humana, que buscou uma maneira criativa de comemorar o Dia dos Pais. “Depois do sucesso do Dia das Mães ficamos com a dúvida: e para os pais, o que vamos fazer? Daí começamos a pensar sobre o que os homens gostam, e pensamos que eles gostam de jogar, de competitividade. Então fizemos uma visita à ludoteca do Sesc e ficamos encantados com a quantidade de jogos e desafios que eles têm e fechamos a parceria. O objetivo desse evento é a integração. Não a competição, mas a brincadeira.  É despertar a criança que existe em cada um deles”, disse a assessora Telma Delmondes.

E o objetivo foi alcançado. Em cada mesa, os homenageados se divertiam como se estivessem em um momento de lazer. Alguns jogos eram desconhecidos, mas as organizadoras do evento e os colaboradores do Sesc estavam lá para explicar as regras. Outras brincadeiras, como o dominó e o pingue-pongue, nem precisavam de orientação.

O instrutor de cursos do Senac, Ademar Ferreira, comemorou a oportunidade de jogar pingue-pongue depois de mais de 30 anos. “Esse evento me despertou que eu preciso voltar a me distrair, a ter mais momentos de lazer, a praticar um esporte. Voltar a jogar pingue-pongue me despertou a vontade de reunir meus filhos e netos para jogarem também. Vou continuar sempre prestigiando os eventos do Senac para que a instituição nunca deixe de proporcionar momentos como esse para nós”, declarou Ademar.

Professor Antônio Ramos, coordenador da Plataforma de Engajamento Senac Pleno, era um dos mais animados e se aventurou em brincadeiras ainda desconhecidas para ele, como o jogo de cartas Uno. “Foi supimpa! Um momento de descontração, de percebermos nosso espírito de criança, do lúdico, da alegria. Fico feliz que o Senac proporcione isso para gente enquanto colaboradores”, comemorou.