Alunos trocam experiências durante o I Encontro SenacTur


Publicado em : 10/07/2017 | por Helmo Goes | Agência Comércio



Edivaldo Costa Fontes

Na noite de sexta-feira, 07 de julho, alunos do Senac/SE se reuniram no auditório da Universidade Tiradentes, em Estância, durante o I Encontro SenacTur. Eles fazem parte do Programa de Capacitação da Cadeia Produtiva do Turismo em Sergipe, um convênio assinado entre o Sistema Fecomércio/Sesc/Senac e o Governo do Estado, com recursos provenientes do Programa Nacional do Desenvolvimento do Turismo (Prodetur). Através da parceria, o Senac/SE vai oferecer qualificação profissional gratuita para cerca de 1.300 moradores de 30 municípios sergipanos.

Segundo Edivaldo Costa Fontes, gerente da Unidade Móvel do Senac/SE, o objetivo foi promover uma socialização e a troca de experiências entre diferentes turmas que já estão em andamento. Para isso, foram reunidas as turmas de Informações Turísticas, de Estância, Cozinheiro Básico, do povoado Castro em Santa Luzia do Itanhy, Informações Turísticas e Garçom Básico, de Indiaroba, e Cozinheiro Básico e Garçom Básico, de Itaporanga D’Ajuda, totalizando mais de cem alunos e professores.

O secretário de Turismo, Fábio Henrique

“A ideia foi promover uma socialização entre os alunos e professores participantes deste programa e a troca de experiências entre eles. Nosso objetivo era que eles apresentassem como está sendo desenvolvido o trabalho em suas turmas, bem como os pontos turísticos de seus municípios. Este é um projeto que está dando certo, pois vemos toda a comunidade envolvida, sobretudo nos municípios que estão planejando ações maiores na área do turismo”, destacou Edivaldo.

Presente à solenidade, o secretário de Estado do Turismo, Fábio Henrique, enalteceu as intenções do Programa. “Nós entendemos que, em um momento de crise como esse, de desemprego, de muita dificuldade, a gente precisa capacitar cada vez mais as pessoas para que elas possam entrar no mercado de trabalho, e é isso que estamos fazendo através dos cursos do Senac. Turismo é o segundo maior gerador de empregos no Estado de Sergipe, só fica atrás da Construção Civil. Cada turista que chega aqui movimenta 52 setores da economia, por isso o investimento em turismo é muito importante, sobretudo em um momento de crise”, declarou Fábio Henrique.

Experiências

Ana Cristina

Ana Cristina é aluna das turmas de Cozinheiro Básico e Garçom Básico, da cidade de Itaporanga D’Ajuda. Ela, que trabalha em uma barraca de praia com o marido pescador, e também produz peças de artesanato para vender, encontrou nos cursos do Senac uma oportunidade para se qualificar e ter mais oportunidades de emprego. “Foi uma maneira que eu encontrei de aprender mais e me tornar uma profissional melhor e mais qualificada, para atender bem aos turistas que chegam à minha cidade e ter mais chances no mercado de trabalho”, disse.

Raziel Santos se matriculou no curso de Informações Turísticas, em Estância, apenas para ter alguma experiência. Agora, empolgado com o que vem aprendendo, pretende se colocar no mercado de trabalho como um profissional da área. “O agente de informações turísticas trabalha em pontos fixos, como hotéis e pousadas, e o objetivo dele é orientar o turista sobre os atrativos daquela localidade. Agora que já conheço a profissão, pretendo atuar na área e ajudar a fortalecer a atividade turística no meu município, que possui tantas atrações bacanas para quem vem de fora”, afirmou Raziel.

Raziel Santos

Os instrutores dos cursos também compartilharam suas experiências com as turmas do Programa de Capacitação da Cadeia Produtiva do Turismo em Sergipe. Foi o caso da professora Sirleila Pinheiro de Souza, responsável pela turma de Cozinheiro Básico do povoado Castro, em Santa Luzia do Itanhy. “Me surpreendi com essas pessoas. Criatividade e coletividade são as palavras que as definem. Observando que elas ainda não tinham contato com a atividade turística e não enxergavam seu município dentro dos roteiros turísticos de Sergipe, eu usei uma metodologia em que pude explorar ao máximo a criatividade deles, e pedi que desenvolvessem um roteiro em que colocassem todos os pontos atrativos da cidade”, contou Sirleila.

O Programa

A meta é a execução de 52 turmas em 30 municípios sergipanos, totalizando 1.300 pessoas qualificadas ao final do processo. Além do Senac/SE, a Universidade Federal de Sergipe e o Sebrae também participam do projeto, que tem investimentos de R$ 3.225.459,67, provenientes do Prodetur.

O Senac/SE está ofertando, até o final de 2018, os títulos de Cozinheiro Básico, Garçom Básico, Camareiro Básico, Vendedor de Artigo para Turista, Fabricação de Peças Artesanais, Informações Turísticas, Elaboração de Roteiros para Condutores de Visitantes, Boas Práticas na Manipulação de Alimentos para Serviços de Alimentação, Eletrônica e Manutenção Geral para Hotéis.

Além da capital, os municípios contemplados são Indiaroba, Santa Luzia do Itanhy, Estância, Itaporanga D’Ajuda, São Cristóvão, Barra dos Coqueiros, Nossa Senhora do Socorro, Laranjeiras, Santo Amaro, Pirambu, Pacatuba e Brejo Grande, que compõem o Polo Costa dos Coqueirais. Também receberão os cursos os municípios de Canindé de São Francisco, Monte Alegre, Nossa Senhora da Glória, Propriá, Japoatã, Santana do São Francisco, Neópolis, Ilha das Flores, Telha, Cedro de São João, Poço Redondo, Porto da Folha, Gararu, Itabi, Nossa Senhora de Lourdes, Canhoba e Amparo de São Francisco, que fazem parte do Polo Velho Chico.


Autor : Helmo Goes | Agência Comércio
Categorias : Notícias