Publicado em : 05/08/2016 - Por : Helmo Goes

Turma do Senac cria espaço lúdico de convivência para alunos com necessidades especiais


Descrição da imagem. Foto horizontal de um grupo de 17 jovens sorridentes usando farda do Senac, em uma sala de piso cerâmico e paredes claras. Seis deles estão sentados à uma mesa de madeira, sobre a qual estão porta-lápis coloridos. Atrás, em pé, os demais jovens e ao fundo um mural azul com letras grandes em laranja, amarelo e vermelho escrito "Espaço de Convivência". Fim da descrição.

Turma “Administradores do Futuro”

Ciente da carência de investimentos em programas educacionais destinados a pessoas com necessidades especiais, a turma “Administradores do Futuro”, do curso de Aprendizagem Profissional Comercial em Serviços Administrativos, do Sistema Fecomércio-Senac/SE, montou e equipou um espaço lúdico e de convivência social para os alunos atendidos pelo Instituto Lourival Fontes.

Através do projeto intitulado “Agentes da Alegria”, a turma investiu em materiais esportivos e jogos pedagógicos para montar uma sala em que os alunos do Instituto possam ter um espaço não só para realizar as atividades formais, mas também atividades lúdicas tão importantes para o seu desenvolvimento.

Descrição da foto. Foto horizontal, mostra duas mulheres sorridentes, em pé numa sala decorada com bexigas coloridas na parede do lado direito da imagem. À direita, a instrutora, veste blusa preta e calça jeans, segura um presente pequeno embrulhado em plástico transparente e o direciona à segunda mulher. Esta, usa calça azul e blusa branca, está de perfil e aponta para o presente. Mais à esquerda, alguns alunos com a farda do Senac aparecem de costas reunidos. Fim da descrição.

Instrutora do Senac, Aline Pereira, com aluna do Instituto Lourival Fontes

Segundo a instrutora do Senac, Aline Pereira, a ideia surgiu após uma visita à instituição. “Durante uma visita ao Instituto, eles perceberam que havia um espaço ocioso e que seria útil transformá-lo em uma sala de convivência, trazendo mais ludicidade para a rotina deles, para que aprendam coisas básicas como ler e escrever”, disse.

Aline explicou que, após levantarem as necessidades do local, os “Agentes da Alegria” pesquisaram e produziram jogos pedagógicos voltados para aqueles alunos. A turma do Senac também investiu na compra de alguns materiais, dentre eles esportivos, para compor o ambiente. “A ideia é que essa sala de convivência seja utilizada por eles e pelos professores a partir de hoje em sua rotina”, afirmou a instrutora.

Descrição da imagem. Foto horizontal, meio busto, de duas alunas usando blusa da farda do Senac, olham para a frente, abraçadas e sorriem. Ao fundo, do lado direito um jardim e do lado direito, vista parcial de uma parede branca com decoração em tecido nas cores laranja e azul. Fim da descrição.

Ketley e Gicelaine, alunas do Senac

Agentes da Alegria
As alunas do Senac, Ketley Bruna e Gicelaine Santos da Silva, demonstraram a satisfação em participar do projeto. “É gratificante poder ajudar o próximo. Eles estão entusiasmados e curiosos com a nossa presença. Espero que continuem usando o espaço de convivência e que isso contribua de forma significativa no desenvolvimento e na aprendizagem”, declarou Ketley.

“Eles são pessoas muito alegres e carinhosas e tem sido prazeroso esse momento aqui com eles”, destacou Gicelaine.

Descrição da imagem. Foto horizontal, meio busto, semiperfil de mulher branca, cabelos ruivos, na altura dos ombros, olhando para o lado esquerdo da imagem. Veste blusa cinza repleta de corações rosa. Ao fundo, plantas verdes preenchem o espaço. Fim da descrição.

Quintilha Silveira, professora do Instituto

“Chuva em terra seca”
Se para os “Agentes da Alegria” foi um momento de satisfação a entrega da sala e a realização de atividades recreativas e lúdicas, para a equipe do Instituto Lourival Fontes não foi diferente. A professora Quintilha Silveira Sousa disse que, por falta de incentivos, os alunos têm apenas atividades pedagógicas em sala de aula.

“Antigamente eles tinham aula de culinária, de capoeira, dança, oficinas de bijuteria, artes, dentre outras. Hoje nós fazemos basicamente a assistência pedagógica dentro da sala de aula. Então essa iniciativa do Senac é como quando cai a chuva em terra seca: uma alegria só. E quando vemos eles felizes, nós ficamos felizes também”, declarou Quintilha.

A presidente da instituição, Ana Lúcia de Santana, também reconheceu a iniciativa. “Foi maravilhoso este trabalho da turma do Senac. Me emociono em saber que aquela sala estava inutilizada e hoje foi recuperada. Iniciativas como essa serão sempre bem-vindas”, declarou.

descrição da imagem. Foto horizontal, mostra duas pessoas sentadas à uma mesa redonda de madeira. À direita, um rapaz de camisa branca, apóia os antebraços sobre a mesa e sua mão direita segura um lápis sobre um caderno que está à sua frente na mesa. Do seu lado direito, uma estudante do Senac olha sorridente para o rapaz e aponta o indicador da mão direita para o caderno. Fim da descrição.

Aluna do Senac com jovem do Instituto Lourival Fontes

Já a professora Manuela Nunes acha importante o contato entre os alunos do Senac e os alunos do Instituto. “Essa iniciativa é válida também pela interação entre eles e os jovens do Senac. Quando se fala em educação especial, se pensa em crianças. Mas é preciso saber que elas crescem e se tornam adultas. Então é importante que a sociedade volte sua atenção para o ser especial em outras faixas etárias”, ressaltou Manuela.

Instituto Lourival Fontes

Em outro núcleo funciona o Jardim de Infância Léa Leal, que atende a crianças dos 03 aos 06 anos de idade. No outro espaço são promovidas atividades extracurriculares para crianças e adolescentes da comunidade no contraturno escolar.

Quem tiver interesse em contribuir com doações para o Instituto Lourival Fontes pode ligar para o número 3259-4741.