Publicado em : 21/10/2016 - Por : Helmo Goes

Senac participa do I Fórum de Educação Empreendedora


Descrição da imagem. Foto horizontal do diretor do Senac Paulo do Eirado de pé em perfil, com terno e calça pretos segurando um microfone próximo à sua boca. De frente para uma platéia cheia, num ambiente de paredes brancas com luzes azuis ao fundo. Fim da descrição.O Senac, órgão integrante do Sistema Fecomércio-Sesc-Senac, participou do I Fórum de Educação Empreendedora, realizado na manhã desta sexta-feira, 21, no Hotel Mercure. Promovido pelo Sebrae/SE, o evento reuniu, além de colaboradores das duas instituições, professores e gestores de Educação. Na oportunidade, o diretor Regional do Senac, Paulo do Eirado Dias Filho, proferiu uma palestra sobre Empreendedorismo e, ao final, respondeu às perguntas do público presente.

O Fórum foi a culminância de um ano de trabalho do Programa Nacional de Educação Empreendedora (PNEE), desenvolvido pelo Sebrae para levar o empreendedorismo às instituições de ensino, desde a educação básica até o ensino superior. Em Sergipe, mais de 150 professores foram capacitados, tornando-se multiplicadores em sala de aula.

Descrição da imagem. Foto horizontal de uma jovem em pé, olhando para a frente e sorrindo, cabelos castanhos e lisos, blaser preto e blusa branca com o nome Sebrae em azul. Atrás dela, parede amarela, com pinturas de balões de fala com escritos, e na parte superior, um retângulo branco com escritos em azul e em caixa alta EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA SEBRAE. Fim da descrição.

A analista do Sebrae, Rosana Leite

A analista do Sebrae e gestora do PNEE em Sergipe, Rosana Soares Leite, explicou o motivo do convite a Paulo do Eirado e ao Senac: “Paulo já foi diretor do Sebrae e é um dos protagonistas, aqui no Estado, na questão do empreendedorismo nas escolas, principalmente pelos projetos que desenvolveu junto à rede estadual e, hoje, pelos que desenvolve no Senac. Paulo é um apaixonado pelo empreendedorismo e pela educação, e nada mais justo do que convidarmos para o evento uma representação tão forte quanto ele nessa área”.

Descrição da imagem. Foto horizontal do senhor Paulo do Eirado de semiperfil para a esquerda, segurando um microfone com a mão esquerda próximo à boca. Ao fundo, parede com projeção de fundo amarelo com letras azuis escrito 1º FÓRUM DE EDUCAÇÃO EMPRESARIAL. Fim da descrição.

O diretor Regional do Senac, Paulo do Eirado

Após a palestra sobre Ética, proferida por Terezinha Rios, doutora em Educação, Paulo do Eirado compartilhou algumas experiências exitosas em Educação Empreendedora, realizadas enquanto gestor do Sebrae e como diretor do Senac. Ele apresentou, por exemplo, o projeto “Confeitaria da Páscoa”, um trabalho interdisciplinar em que alunos dos cursos de confeitaria do Senac produziram e comercializaram ovos de chocolate.

Paulo apresentou, também, a Plataforma de Engajamento – Senac Pleno, desenvolvida em Sergipe com o objetivo de oferecer uma educação além da formação obrigatória, com incentivo à convivência socioambiental, à cultura empresarial, ao espírito empreendedor e à construção do caminho pessoal e profissional.

O diretor falou, ainda, sobre as ações do Senac dentro do Pronatec Empreendedor, programa que leva conteúdos de empreendedorismo a cursos de educação profissional, e ressaltou o bom desempenho dos alunos sergipanos nas premiações nacionais.

Descrição da imagem. Foto horizontal do senhor Paulo do Eirado ao lado de uma mulher de cabelos grisalhos encaracolados e curtos, lado a lado em pé. Paulo do Eirado está do lado direito e ela do lado esquerdo, ambos no centro da foto. Fim da descrição.

Terezinha Rios e Paulo do Eirado

Por fim, Paulo do Eirado agradeceu ao Sebrae pelo convite e reforçou a importância de inserir na educação brasileira o estímulo à prática empreendedora. “Senti-me honrado com o convite e com a possibilidade de falar aos educadores sobre esse tema em um momento tão oportuno. A gente vê o esforço do Sebrae em levar a educação empreendedora à frente, e, na verdade, uma constelação vai se realizando em torno desta ideia. Isso os leva a ver o empreendedorismo não como algo acessório, meramente superficial, mas como um projeto de educação para o nosso país”, declarou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*