Publicado em : 20/01/2017 - Por : Helmo Goes

Com novo modelo pedagógico, aluno do Senac desenvolve autonomia


Helton Carvalho

“Eu sabia que tinha potencial, mas não conseguia desenvolver, simplesmente não acontecia. Agora o Senac está me oferecendo um método de ensino mais voltado para a integração, onde o conhecimento técnico-científico está aliado à atitude do aluno, onde um depende do outro. A partir de hoje me sinto um jovem mais solto, com mais atitude, bem mais preparado para o mercado de trabalho”.

A declaração é do aprendiz Helton Carvalho, 16 anos, durante visita técnica da turma de Aprendizagem Profissional Comercial em Serviços Administrativos ao Arquivo Público da Cidade de Aracaju. O depoimento retrata a visão do aluno acerca do novo Modelo Pedagógico que o Senac Sergipe tem implementado em conformidade com os demais Departamentos Regionais.

A turma de Helton está sob responsabilidade da instrutora Denise Rosa. Também coube a ela conduzir a turma-piloto do novo Modelo Pedagógico Senac em Sergipe. Segundo a docente, com o método atual, o aluno desenvolve autonomia e ganha mais participação no processo de aprendizagem.

Denise Rosa

“Estamos vivendo uma experiência com essa nova metodologia. É a minha terceira turma dentro do novo modelo pedagógico e tenho percebido uma mudança muito importante na postura profissional do aluno. A partir do momento em que ele se percebe responsável por seu processo de desenvolvimento de aprendizagem, assume uma postura diferente, ganha autonomia. E o modelo pedagógico proporciona isso: a pesquisa, a investigação, ela transcende o modelo antigo e o aluno vai se interessando cada vez mais pelo curso a partir das pesquisas, que sempre são conduzidas aproveitando o conhecimento bom e descartando o que chamamos de lixo eletrônico”, declarou Denise.

Alunos visitam Arquivo Público de Aracaju

De acordo com a instrutora, o método possibilita diversas estratégias de aprendizagem. “Essa nova visão pedagógica tem oferecido a oportunidade para o aluno buscar a forma como ele aprende melhor. É um processo mais flexível onde o aluno pode identificar todas as formas de aprender, à sua maneira, no seu limite. Tenho alunos que já passaram pelo modelo antigo e eles dizem o quanto é diferente, que o Senac agora parece uma outra escola. Alguns até demoram para se situar nesse processo, mas aqueles que conseguem entender a metodologia se apropriam dela muito rápido”, declarou.

Everton Ruan Gomes,

Ser humano crítico

Everton Ruan Gomes, 18 anos, é estudante de Administração da Universidade Federal de Sergipe. Contratado por uma empresa parceira do Senac como aprendiz, ele, agora, também é aluno do curso de Aprendizagem em Serviços Administrativos. “Entrei no Senac com outra expectativa. É um curso que me faz um profissional, mas também um ser humano crítico e pensante. Traz questionamentos e formas de pensar que eu não vejo em outros lugares, diferente de uma escola e de uma faculdade. Está sendo muito importante para mim saber conciliar o meu lado profissional com o pessoal e ser uma pessoa ética em todos os ambientes”, disse Everton.

Eduardo Vinícius de Oliveira

Acervo para o futuro

“Recentemente fiz um concurso na área do Direito e caiu uma questão sobre um assunto que eu vi no curso do Senac. Isso me levou a crer que esse é um acervo que estou adquirindo não só para agora, mas também para o futuro”, constatou Eduardo Vinícius de Oliveira, 19 anos, que, além de aluno da Aprendizagem, é também acadêmico de Direito.

Para ele, o novo modelo pedagógico tem proporcionado uma mudança de postura. “Esse novo método está sendo incrível. Do jeito que a gente está trabalhando, focando na pesquisa, na apresentação, eu melhorei muito a minha maneira de falar em público, a minha oratória e segurança. A professora é maravilhosa, nos dá liberdade, mas também sabe ser rigorosa quando necessário”, afirmou.

Eduarda Carvalho

Crescimento

“Aqui a gente recebe a teoria que precisa, mas também tem a oportunidade colocar em prática, a exemplo da síntese de aplicação, em que a instrutora passa diversas situações em que a gente tem que fazer aquilo que faria na empresa. Denise nos informou que antes o método não era esse, mas o Senac mudou depois de perceber que o desenvolvimento do aluno é maior quando ele pode colocar em prática. Por isso recomendo bastante o curso de Aprendizagem do Senac. Tem sido um crescimento e tanto para mim”, declarou Eduarda Carvalho, estudante de Jornalismo e aluna da Aprendizagem.